RESULTADO DO I CONCURSO DE TROVAS DA VENEZUELA – TROFÉU EDWEINE LOUREIRO

Amigos, foi divulgado o resultado do Concurso da OMT-Venezuela, em Português. A organização do concurso, através dos Poetas Dr. Hildebrando Rodriguez, Cristina Chavez e Gislaine Canales, deixou-me emocionado ao dar o meu nome ao troféu em Português. Então, segue abaixo o resultado. Parabéns aos vercedores!

Primeiro Concurso Internacional de Trovas da Venezuela

Tema Sortilégio 

Promovido por Dr. Hildebrando Rodríguez  

Delegado da União Brasileira de Trovadores UBT-Venezuela

Presidente Nacional da Organização Mundial de Trovadores OMT  Venezuela

 

Troféu Edweine Loureiro

VENCEDORES

1º Lugar

 

Com sortilégios e enganos

tu demonstraste quem és…

Eu desisti dos meus planos

para curvar-me aos teus pés…

Ercy Maria Marques de Faria

 

2º Lugar

Mandinga, feitiçarias,

sortilégios contra o irmão?

Nada vai turvar teus dias,

se tens Deus no coração!

Renato Alves

 

3º Lugar

Entre o feitiço e a magia,

num sortilégio de amor,

eu cultivei a mania

de ser teu dono e senhor!!!

Ercy Maria Marques de Faria

 

4º Lugar

Se o sortilégio me invade,

os meus dias ganham cor.

Fugindo da realidade,

vivo o feitiço do amor.

Relva do Egypto Rezende Silveira

5º Lugar

Quem vive de sortilégios

traçará a própria sina;

comete mil sacrilégios,

mas prova a ira divina!

Myrthes Mazza Masiero

 

MENÇÃO HONROSA

 

Quando um filho se desvia,

a volta é certa se tem

o sortilégio que o guia

para o caminho do bem.

Dalva Maria de Araújo Sales

 

Nunca tive o privilégio

de em meu ser interior

conhecer o sortilégio

da magia eterna: o amor.

Manoel Cavalcante

 

Sem sortilégio ou vodu,

a mais perfeita magia:

ao luar, teu corpo nu

me entorpece de poesia!

Renata Paccola 

 

Pobre de quem não entende

os  arroubos… o fervor…

Quem nunca amou não compreende

os sortilégios do amor.

Arlindo Tadeu Hagen

 

Meu sortilégio me lança

em um mundo multicor,

quando pinto de esperança

meu sonho feito de amor…

Vanda Alves da Silva

 

MENÇÃO ESPECIAL

Quem não crê nos sortilégios
e as maldições não escuta,
mesmo a sós, sem privilégios,
vai em frente e ganha a luta.
Roberto Resende Vilela

 

Quando se tem o poder

de crer no que é mais bonito,

é sortilégio viver

e sonhar com o infinito…

Roberto Tchepelentyky

 

Quem não tem superstição,

faz da crença privilégio:

não corre de assombração

nem receia sortilégio.

Ruth Farah Nacif Lutterback

 

Temente a Deus, sigo a rota,

nunca busquei privilégios…

Torcem por minha derrota,

mas não creio em sortilégios.

Renato Alves

 

Eu sei que foi privilégio
encontrá-lo em meu jardim;

joguei-lhe um bom sortilégio

para este amor não ter fim.

Sonia Regina Rocha Rodrigues

 

TROVAS DESTAQUE

Desde os tempos de colégio,

a mocinha da cantina

se tornou o sortilégio

que até hoje me alucina.

Manoel Cavalcante

 

Sortilégio é seu costume

em rezas bravas demais

para vencer o ciúme

que guarda dos seus rivais.

Ieda Marini de Souza Oliveira

 

Sortilégio é enganação:
amor usando magia
não nasce no coração,
desfaz-se na fantasia!!!

Alba Helena Corrêa    

 

Em sortilégio, eu não creio,
pois é puro encantamento
e tenho muito receio
de envolver meu sentimento!

Nair Lopes Rodrigues

 

O sortilégio é crendice

ora oculta ou de terreiro,

cujo mal, pela tolice,

“vira contra o feiticeiro”…

Ruth Farah Nacif Lutterback

 

Comissão Julgadora:

 

Luiz Carlos Abritta – abrittagold@com.br

Professor Garcia –profgarciacaico@gmail.com

Edweine Loureiro – edweine.loureiro@gmail.com

Alice Cristina Brandão – alicebrandao47@hotmail.com

 

Coordenadoras:

Gislaine Canales – gislainecanales@gmail.com

Cristina Oliveira Chávez – CoLibriRoseBeLLe@aol.com

 

 

Advertisements

About edweineloureiro

EDWEINE LOUREIRO nasceu em Manaus em 1975. É advogado, professor de Literatura e Idiomas, e reside no Japão desde 2001. Em 2005, obteve o Mestrado na Universidade de Osaka (Japão). Premiado em diversos concursos literários, é autor dos livros: Sonhador Sim Senhor! (Ed. Litteris, 2000), Clandestinos [e outras crônicas] (Clube de Autores, 2011) e Em Curto Espaço (Ed. Multifoco, Selo 3x4, 2012). É membro-correspondente da Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências (RJ) e da Academia de Letras de Nordestina (BA).
This entry was posted in Textos de Edweine Loureiro. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s